16 de mar de 2006

Os perigos da Internet

A nova moda no Japão é um tanto quanto preocupante. Através de mensagens trocadas na Internet, pessoas marcam suicídio coletivo. Já não bastavam os homens-bomba, agora tem mais essa. Será que essa onda que vem assolando o Japão não nos mostra o quanto a Internet pode ser perigosa? Será que depois dessa não surgirão medidas mais eficazes que controlem melhor os diversos casos absurdos que surgem e podem surgir em virtude da Internet?

De acordo com informações retiradas da Zero Hora, do dia 16 de março desse ano, os dados da polícia mostram que 91 pessoas morreram em 2005 após tramar suas mortes online, contra 55 em 2004 e 34 em 2003 e, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Japão tem o maior índice de suicídios por ano nos países industrializados, com 24,1 casos para cada 100 mil pessoas. Esses dados aumentam mais ainda nossa convicção de que a Internet pode ter finalidades inimagnáveis.
Evidente que a Internet foi uma das maiores invenções tecnológicas. Ela abre um canal de informação e comunicação que nenhum outro meio foi capaz de abrir até então. Através dela pode-se ter acesso a educação, informação, comunicação e entretenimento, mas todos esses atributos positivos não são suficientes para convencer as pessoas de que a Internet é um abrigo seguro pra todos. Além do mais, é através dela que crianças têm acesso a pornografia, a exposição excessiva através de sites de relacionamentos, e sites de conteúdo questionável e perigoso.
Ontem, dia 16 de março, assistindo ao Jornal Hoje, vi uma reportagem que falava de crimes on line. O Orkut é o maior responsável pelas tramas, tanto que já existem especialistas em crimes virtuais. Acompanho muito os casos que acontecem no Orkut, já que esse site faz com que eu me questione muito sobre suas qualidades e defeitos, e dentre eles há também casos de compra e venda de drogas, produtos pirateados, roubados, casos de pornografia infantil, trama de sequestro através da investigação do profile de um indivíduo, e até casos de infidelidade virtual que podem causar sérias consequências. Apesar de ser um site muito conhecido e de muitos adeptos, acredito que as pessoas devem ter mais cuidado ao se exporem tanto nesse tipo de site de relacionamentos e ao entrarem em certas comunidades.

Não só esse site como vários outros mais específicos são instrumentos da Internet que exigem o maior cuidado das pessoas. Até site de bancos devem ser bem seguros pra evitar roubos. Sendo assim, cabe a nós, internautas desse novo milênio, termos mais precaução com esse instrumento que nos pode ser tão construtivo como destrutivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!