15 de mai de 2006

Curiosidade traiçoeira!

Se eu sou curiosa? Ah...se sou. Se isso é defeito? Talvez. Se eu gosto de ser curiosa? Às vezes sim , às vezes não.

Numa conversa filosófica via MSN que tive com uma amiga, nos encontramos em uma disputa acirrada sobre essa questão. Ela disse que eu era curiosa demais e que essa curiosidade podia acabar me derrubando. Argumentou que eu poderia descobrir coisas que seria melhor que eu não soubesse, pois poderia me decepcionar com muitas pessoas e até comigo mesma, por acreditar nessas pessoas. Contestando ela falei que eu preferia saber a verdadeira índole de uma pessoa, mesmo que ela me decepcionasse, do que bancar a idiota e ser traída por pesoas que tanto amo e tanto confio.

Acredito que tanto ela como eu tememos cair do cavalo. A nossa grande diferença é que ela prefere ficar em cima dele mesmo que ele se inclilne, e eu prefiro cair do cavalo antes dele se inclinar para que o tombo não seja tão feio.

Confesso que minha curiosidade doentia já me fez cair várias vezes, mas não me arrependo das quedas. Afinal, elas deixaram feridas, algumas já cicatrizaram, outras ainda estão abertas, mas todas levo comigo. para que assim eu jamais esqueça quem merece minha eterna confiança e quem não merece.


E se para que eu tenha ao meu lado somente pessoas dignas da minha confiança eu precise cair do cavalo inúmeras vezes ainda eu não me importo. A única coisa que me importa é ter ao meu lado pessoas que me respeitem e me deêm tanta confiança a ponto de não aflorar em mim a minha extrema curiosidade traiçoeira.

5 comentários:

  1. Iai tata poh realmente eu tb só curioso hehehe mas é bom sabe, con
    cordo ctg pois prefiro conhecer realmente a pessoa e me enganar do que me iludir.. prefiro me machucar com a verdade do que me iludir com a mintira.. afinal um dia a máscara de todod mundo cai, e quanto mais tarde for para ela cair pior é pois os laços vão ficando fortes e a queda é pior..
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Vim cometar nesse teu blog "Capricho" hahahaha
    O Rapha reclamou que eu não comento no blog de vocês! Mas eu esqueço!! ;P
    Ai que bonito isso que o Rapha escreveu: "prefiro me machucar com a verdade do que me iludir com a mintira"
    Deve ser o amor pela Beatriz que deixa ele assim, sensível! hehehehehe
    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  3. talvez para as pessoas normais, ser curioso demais nem seja bom, mas para quem faz jornalismo é!!! por mais que doa, a verdade é sempre melhor...

    bjuus

    ResponderExcluir
  4. Ahh, finalmente acabou a fase "Toda Teen" da minha amiga! Eu ando com uma saudade de época "Uma visão nada radical..." que tu não faz idéia. Mas o tema da curiosidade é muito boa. A curiosidade é inato do ser humano, mas é fato que o conhecimento dificulta a nossa vida. Afinal, aqueles que possuem a limitação de atribuir tudo à Deus e crer nisso, conseguem viver melhor sem a avalanche de perguntas que incomodam a gente. Porém, uma vez iniciada a corrida atrás por respostas, é impossível parar, mesmo sabendo que isso possa ser ruim.

    ResponderExcluir
  5. oi!!!! tanto tu me pediu para entrar no teu blog, q qndo eu entro q surpresa a minha...
    nossa conversa!!!!
    bom li alguns outros textos teus e kero t dizer parabéns!!!!
    vou sentir mta saudade tua na uni...
    nao vou comentar sobre o que escreveu, pois eu fui a "musa inspiradora" desse texto heheheh
    bjus...
    t adoro.. t cuida

    ResponderExcluir

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!