9 de jun de 2006

O crime que virou lenda

OS CRIMES DA RUA DO ARVOREDO
Em 18 de abril de 1864, a polícia de Porto Alegre deparou-se com uma cena de crime horripilante: no porão da casa de José Ramos e Catharina Palse, na Rua do Arvoredo, estavam enterrados os pedaços de um corpo humano, já em avançado estado de decomposição. O cadáver havia sido retalhado, com a cabeça e membros separados do tronco, e este, por sua vez, repartido em vários pedaços. A vítima foi identificada: era o alemão Carlos Claussner, dono de um açougue na Rua da Ponte. Ao examinar um poço desativado, no terreno dos fundos da casa, a polícia encontrou os corpos do taverneiro Januário Martins Ramos da Silva e de seu caixeiro, José Ignacio de Souza Ávila, de apenas 14 anos, igualmente esquartejados. As buscas no poço prosseguiram, tendo a polícia encontrado ainda o cadáver de um cachorrinho preto, rasgado da garganta ao ventre. A motivação dos crimes era evidente: Ramos e Palse mataram para se apossar dos bens de suas vítimas, com exceção do caixeiro e do cãozinho, que foram mortos como queima de arquivo. Os crimes causaram repugnância, especialmente depois que uma série de boatos davam conta de que o casal assassino fazia lingüiça com a carne das vitimas e vendia o produto num movimentado açougue de Porto Alegre. A polêmica sobre a veracidade da lingüiça de carne humana até hoje divide os gaúchos.

Na quinta-feira, dia 27 de abril de 2006, o Linha Direta da Globo – Justiça exibiu o caso Os Crimes da Rua do Arvoredo, que falou sobre a série de assassinatos.
O caso rendeu diversos livros e documentários sem falar das lendas.

Recentemente li Canibais: Paixão e Morte da Rua do Arvoredo, rimance do gaúcho David Coimbra. Como um ótimo cronista que é ele conseguiu escrever um romance como se fosse uam cronica. Eu particularmente gostei muito, apesar de achar que ele perdeu capítulos escrevendo coisas desnecessárias como quem quer apenas mostrar que é culto. Criticas à parte. É uma ótima leitura.

Alguém já fez filme sobre esse caso? Se alguém souber me fale! Por que se não fizeram eu vou fazer...com certeza ia ser ótimo e renderia uma grana!!!

4 comentários:

  1. e não é que aconteceu mesmo?!
    pelo menos eu acredito, já ouvi boatos de diversas fontes sobre o caso. até minha querida vovó falou disso. então, acho que é verdade, embora cruel, muito cruel. mesmo que tenha rendido um ótimo romance escrito pelo (mééééééstree) David Coimbra. a história, se real, é repugnante e questiona se nós - humanos - somos realmente racionais.
    mas, falando do livro: ótimo! tu viste, praticamente li o livro em 2 dias, é daqueles que tu lê em 3 sentadas. sim, o David se puxa de vez enquando pra mostra que ele sabe das coisas, mas, tássia, se tu tivesse lido mais de 20 livros pra escrever um, tu teria escrito sobre as coisas que tu aprendeu não é?! sem contar as palvras, "anspeçadas"... e por aí vai!
    tá, agora eu vou ler os outros posts!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Olha eu aqui de novo. Eu não li o livro do David Coimbra, mas li outro de um historiador que relata estes fatos. Só contribuindo um pouco mais pra sessão escatologias (hehehe), o açougueiro que foi morto é quem fazia as linguiças. Pelo que consta dos depoimentos da Catharina, antes de matarem o açougueiro, os três eram cumplices. Então, Catharina e o marido matavam para adquirir os bens das vítimas, dividiam com o dono do açougue, e este ocultava os cadaveres em linguiças que eram vendidas. Ela mesma disse ter provado um destes aperitivos. Quando a população descobriu, tentou linchar o casal, precisando a brigada intervir. Não lembro o que aconteceu com José Ramos, mas Catharina, após cumprir pena, morreu num rigoroso inverno de Porto Alegre como indigente. Gostaria de produzir um roteiro junto contigo Tassia, renderia uma graninha, mas a RBS já saiu na frente, e apresentou em Histórias Extraordinárias uma encenação deste caso. As imagens provavelmente foram aquelas que tu viu no Linha Direta. É, a mente humana é assustadora as vezes né...

    ResponderExcluir
  3. Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
    »

    ResponderExcluir
  4. Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
    »

    ResponderExcluir

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!