2 de ago de 2006

Ps: Não sei de quem é esse poema, mas só postei porque achei interessante...Calma, Tia Márcia, não fui eu que escrevi, não precisa me internar...hehehe


Sim, porque eu já fui eu ...
Mas cheguei à triste conclusão de que não sou mais eu.
Meu nome, que por isso mesmo, já esqueci, não interessa mais a ninguém.
Para um médico, sou apenas cliente.
Num restaurante, sou freguês.
Quando alugo uma casa, viro inquilino.
Na condução sou passageiro.
Nos correios, sou remetente.
No supermercado sou consumidor.
Para o Imposto de Renda sou contribuinte,
Com o prazo vencido sou inadimplente
e se não pago sou sonegador. Para votar, sou eleitor;
mas no comício sou massa.
Viajar? Viro turista.
Na rua, caminhando, sou pedestre;
e se me atropelam sou acidentado;
No hospital viro paciente
e para os jornais sou vítima.
Se compro um livro, viro leitor;
para o rádio sou ouvinte;
para o Ibope, espectador e,
para o futebol, eu, que já fui torcedor, virei galera.
Para acabar com esse complexo... sim, porque estou complexado ...
aconselharam-me a procurar um terreiro.
Mas foi tiro n'água.
Assim que falei com o pai-de-santo, virei mi-zi-fi-i-nho.
Já que, quando morrer, ninguém vai se lembrar do meu nome.
Vão me chamar de finado, o extinto, o defunto e, em certos casos círculos, até de o desencarnado ... E pensar que, no meu apogeu, já fui mais eu.

AGORA POEMAS DO CARA MAIS GENIAL QUE EU CONHEÇO!!!!

MÁRIO QUINTANA

K
Letra caminhante.

Libertação
A morte é a libertação total:
A morte é quando a gente pode, afinal, estar deitado de sapato.

O morto
Eu estava dormindo e me acordaram
E me encontrei, assim, num mundo estranho e louco...
E quando eu começava a compreendê-lo
Um pouco,
Já eram horas de dormir de novo!

Simultaneidade
- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo!
Eu creio em Deus! Deus é um absurdo!
Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta.

O pior
O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso.

Exame de consciência
Se eu amo o meu semelhante? Sim. Mas onde encontrar o meu semelhante?

Dos mundos
Deus criou este mundo.
O homem, todavia,
Entrou a desconfiar, cogitabundo...
Decerto não gostou lá muito do que via...
E foi logo inventando o outro mundo.

Das utopias
Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!

Evolução
O que me impressiona, à vista de um macaco, não é que ele tenha sido nosso passado: é este pressentimento de que ele venha a ser nosso futuro.

Poeminha do contra
Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!

Da discrição
Não te abras com teu amigo
Que ele um outro amigo tem.
E o amigo do teu amigo
Possui amigos também...

A grande surpresa
Mas que susto não irão levar essas velhas carolas se Deus existe mesmo...

Ao pé da letra
Enforcar-se é levar muito a sério o nó na garganta.

Os crocodilos
Pior, mas muito pior mesmo do que as lágrimas de crocodilo são os sorrisos de crocodilo.

As indagações
A resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas.

A preguiça é a mãe do progresso. Se o homem não tivesse preguiça de caminhar, não teria inventado a roda.

O verdadeiro amigo é aquele que aparece quando o resto do mundo desaparece


A noite acendeu as estrelas porque tinha medo da própria escuridão.

A maior dor do vento é não ser colorido

Despertador é bom para a gente se virar para o outro lado e dormir de novo.

Esses padres conhecem mais pecados do que a gente...

Não importa saber se a gente acredita em Deus: o importante é saber se Deus acredita na gente...

O passado não reconhece o seu lugar: esta sempre presente.

Reflexão de Lavoisier ao descobrir que lhe haviam roubado a carteira: nada se perde, tudo muda de dono.

Se eu fosse um padre, eu, nos meus sermões,não falaria em Deus nem no Pecado— muito menos no Anjo Rebeladoe os encantos das suas seduções,
não citaria santos e profetas:nada das suas celestiais promessasou das suas terríveis maldições...Se eu fosse um padre eu citaria os poetas,
Rezaria seus versos, os mais belos,desses que desde a infância me embalarame quem me dera que alguns fossem meus!
Porque a poesia purifica a alma...e um belo poema — ainda que de Deus se aparte —um belo poema sempre leva a Deus!


Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho.

Sonhar é acordar-se para dentro.

Tão bom morrer de amor e continuar vivendo.

Tudo o que acontece é natural - inclusive o sobrenatural.

Um dia
Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem.
Você não só não esquece a outra como pensa muito mais nela...
Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável...
Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples...
Um dia percebemos que o comum não nos atrai...
Um dia saberemos que ser classificado como o "bonzinho" não é bom...
Um dia perceberemos que a pessoa que não te liga é a que mais pensa em você...
Um dia saberemos a importância da frase:"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas...
"Um dia percebemos que somos muito importantes para alguém mas não damos valor a isso...
Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais...
Enfim...um dia descobrimos que apesar de viver quase 100 anos, esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para dizer tudo o que tem de ser dito...
O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras...
Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.
Vale a pena viver - nem que seja para dizer que não vale a pena...


[Diálogo Bobo]- Abandonou-te?
- Pior ainda: esqueceu-me...

[Do Bem o do Mal]
No fundo, não há bons nem maus.
Há apenas os que sentem prazer em fazer o bem e os que sentem prazer em fazer o mal.
Tudo é volúpia...

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o alguém da sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você. O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!
Esses que puxam conversa sobre se chove ou não chove - não poderão ir para o Céu! Lá faz sempre bom tempo...


Do amoroso ao esquecimento

Eu, agora - que desfecho!
Já nem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?

2 comentários:

  1. quintana é sensacional, sensacional...

    ResponderExcluir
  2. andas poética hein?
    hihihihhihihiih
    bons textos

    bjokes

    ResponderExcluir

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!