Pular para o conteúdo principal
Carlinha e Betinho

"Praga de Namorada Pega"


Carlinha chega na casa de Betinho às 18hs de um sábado:

- Oi amorzinho!

Ele olha a namorada da cabeça aos pés e fala um oi seco.

- Amor, vim aqui te buscar pra irmos ao shopping - continua Carlinha caminhando atrás do namorado que vai em direção à sala de TV.

- Ah, agora não, vamô mais tarde. ("Isso é hora de chegar, bem na hora do jogo, não vou nem de arrasto, muito menos contigo vestida desse jeito")

- Ah não gatinho. É fim de semana. Ninguém merece ficar em casa. ("Não começa")

Disfarçadamente ela olha pra TV ligada a todo volume, e dá de cara com seu principal adversário das árduas batalhas de sábados e domingos.

- E tem mais Cá. Tu não tá pensando em ir pro shopping vestida, ou melhor, pelada assim, né? -
Betinho não consegue se segurar.

- Que isso Betinho, eu me arrumei toda pra ti e é assim que tu me trata? ("Que merda, eles sempre acham um jeito de estragar tudo. Ao invés de me elogiar porque me arrumei pra ele, ele vem fazer ceninha")


- Na boa, Cá, eu não saio contigo assim. Os cara vão fica tudo te olhando. ("Mulher minha não se veste assim")

- Pára com isso Beto. ("Idiota, idiota, idiota")

- Não, não, tu tá parecendo uma...

- Nem pense em falar isso, ou tu vai te arrepender profundamente... - Carlinha já tava bufando.

Enquanto discutiam, Betinho não tirava os olhos da TV. A discussão sobre a mini- saia e o decote de Carlinha durou uns 10 minutos. Logicamente que ele nem percebeu que o prolongamento da discussão estava a seu favor, já que quanto mais brigassem, mais jogo ele veria.

Em um momento crucial, Carlinha extrapola:

- Tu acha que sou idiota, Beto. Até parece que o problema é minha roupa. O problema é que tu quer ficar entocado dentro de casa pra assistir essa droga de jogo. Tu nem olha pra mim pra brigar. Fica com essa cara de pateta olhando pra essa Tv. A merda do time nem vai ganhar. Tá perdendo tempo.

- Não é isso não, Cá. ("É o jogo sim, mas a mini-saia também. Onde já se viu namorada minha exibindo as pernas pros outros?" )

- É sim. Pois, se tu não vier comigo eu vou sozinha. E vou PELADA assim mesmo! ("Sempre futebol, ele ainda vai passar a odiar futebol quando eu trocar ele por um jogador")

Ele estava conseguindo o que queria, mesmo sem perceber. Se enrolasse mais um pouquinho aquela discussão conseguiria ver os últimos 15 minutos de jogo pra ver seu time desempatar.


- Olha aqui, Carlos Alberto. Eu vou sair vestida assim, e vou sozinha, o que fica pior ainda pra ti. Imagina o que teus amigos vão pensar se me verem andando sozinha no shopping e de mini- saia?

- Se tu sair assim, tu não tem mais namorado...

Fim de jogo. Ao invés do time de Betinho desempatar quem desempata é o adversário. Uma vitória Btinho conseguiu. Enrolar a namorada por 45 minutos do segundo tempo e mais três de acréscimo, mas...

- Tu ainda acha que eu não sei que tu tava prolongando essa briguinha pra assistir todo esse jogo? Que tu perdeu... (nesse momento Carlinha dá um sorriso sarcático que faz com que Betinho sinta um ódio inexplicável por ela) Grava bem o que eu te disse Carlos Alberto. Praga de namorada pega!


- Mas tu não sai de mini-saia e ponto! - grita Betinho.

- Saio sim...Carlos Alberto, tem mais algum jogo por acaso? Tu quer mais 90 minutos em casa, é isso?

Comentários

  1. esse teu texto é, digamos, beeem realista! iuhaiuahaiuhaiuahiau
    essas mulheres não entendem que futebol é uma necessidade fisiológica também, ainda mais no final de semana. Pô, custa esperar 47 minutos???
    é só isso que a gente pede... 90, 180 minutos por semana, os minutos restantes, são todos seus!
    talvez esse teu texto tenha réplica hehehe

    bjão

    ResponderExcluir
  2. ahhhhhhhhhhhh eu não tenho esta disputa...
    tenho uma que talvez seja pior: a música. Quantos shows ele TEM que ir, quantas vezes teve ensaio, assistir ensaio de outros, shows pra fazer (fora as malditas e eternamente odiáveis groupies..)

    enfim...faça uma crônica da namorada do músico e vai ver que ele sofre mto mais =`(

    bjokes

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!

Postagens mais visitadas deste blog

O tempo passa, o tempo voa...

"Não deixe nada pra depois, não deixe o tempo passar. Não deixe nada pra semana que vem, porque semana que vem, pode nem chegar." A Pitty falou tudo né? Quem sabe o dia de amanhã? Deus? Talvez. Não sou exemplo de organização, mas sempre procuro diminuir ao máximo minhas pendências. Só durmo se estou caindo de sono mesmo. Pois se ainda sou capaz de pensar, ainda sou capaz de fazer o que tenho pra fazer. As olheiras que se danem. Nem as disfarço (tenho preguiça).

Carrego sempre comigo um bloquinho de notas (cafonérrimo, a propósito). Nele vão tarefas que tenho que cumprir, trabalhos a fazer, lembretes, dicas de filmes e livros que recebo e, acima de tudo, idéias, muitas idéias. Deixar pra depois faz com que eu fique sobrecarregada, me estresse e acabe desistindo de muitas coisas. Por isso, me dedico muito aos meus "deveres" que eu mesma me imponho e vou riscando eles do bloquinho conforme vou cumprindo-os. Posso ter preguiça de lavar louça, mas meus textos, trabalhos …

Textos para Capricho (2 em 1)

Moda verão...qual a tendência de corpo pra próxima estação?O verão vem chegando e a as academias vão superlotando. Dois meses antes de ir pra praia, guris e gurias vão em busca do corpo perfeito. Meio difícil, pois o corpo perfeito não se atinge em dois meses e, às vezes, nem em anos. Talvez com muito silicone, suplemento, musculação e principalmente dedicação, mas não da noite pro dia. Isso se a moda for ser bombado (a) ou saradérrimo(a), é claro.Cuidado, o conceito de corpo perfeito varia em média a cada cinco anos. Não é só roupa que vira tendência, corpo também. Que tal se um ano após colocar seu silicone a moda vira seios pequenos, como nos tempos em que Cláudia Raia, Adriane Galisteu e Carolina Ferraz eram as tops? Nada muito improvável, afinal, no ano das mulheres samambaias, frutas e por aí vai, gostosas como Juliana Paes e Débora Secco estão investindo na próxima tendência: ser magérrima. Atualmente, estão pesando em torno de 47, 50 quilos. Corpo e moda tem tudo a ver. Ningué…

Entrevista: Carol Teixeira

LOUCA PELA VIDA
“Pessoas mesmo são os loucos, os que são loucos por viver, loucos por falar, loucos por serem salvos (...)”. Essa é uma parte de um poema de Jack Kerouac que Carol Teixeira tem estampado na parede de sua sala. É outra maneira que Carol encontrou de transbordar, como se não bastassem as frases tatuadas em seu corpo, escritas em seu blog e em seus livros. Carol é assim, transparente. Seu corpo, seu jeito, sua casa, seus livros, tudo é ela. A escritora e filósofa de 28 anos é autora dos livros “De Abismos e Vertigens” e “Verdades & Mentiras”. É colunista da Cool Magazine e dos sites http://www.lpm.com.br/ e http://www.queb.com.br/ e editora da nova Revista do Beco. Já escreveu peças de teatro, fez programas de rádio, participou de um reallity show, viajou pelo mundo, foi dona de bar, ama a noite, Nietzche, Caio Fernando Abreu, Fred e, acima de tudo, a vida.
Tu já passaste por três cursos: Jornalismo, Direito e Filosofia. Desististe dos dois primeiros seguindo firme com…