20 de dez de 2006

Quando Carlinha decidiu fazer judô

- Pô Carlinha, dá onde tu tirou essa idéia, heim?

- Que idéia?

- Essa, de fazer judô!

- Eu sempre tive essa idéia. Mas, agora tô a fim de pôr ela em prática. Quê que tem Beto? Eu até acho que tu deveria gostar dessa idéia, afinal, eu vou socar os outros caras e não tu. Pensa bem, tu me irrita e eu bato neles. Tu sai no lucro.

- Ah, pára, Carla, tu vai treinar com vários homens! Qualé que é! Mulher minha não vai ficar se mostrando pra outros caras!

- Me mostrando como? De Quimono?! Vou tá toda tapada Beto. Deixa de ser louco!

- Pra que judô? Vai fazer coisa de mulher.

- Mas eu não gosto. Desde pequena eu queria fazer judô e meu pai nunca deixou porque dizia que eu ia virar machorra. Mas, agora que sou maior de 18 anos, e está atestado que não sou machorra eu posso fazer judô.

- Ah, é. Então tá, Carlinha. Amanhã mesmo começo minha aula de ballet. Vou ficar no meio de um bando de mulher e quero só ver se tu vai gostar!

- Hahahahahahhahahahahahaha - Carlinha chora de tanto rir - Não dá nada. Todas vão achar que tu é o viadinho da turma. Mas, a vantagem é que tu vai ter várias melhores amigas e vai ouvir todos os desabafos sobre os namorados delas. Quem sabe assim tu passe a entender melhor o universo feminino.

- Cala a boca, guria. No fundo eu sei que essa idéia faz tu te remoer por dentro.

- Sim né. Me remoer de vergonha. O que minhas amigas vão pensar de mim se eu falar que meu namorado faz ballet?! - Carlinha continua rindo sem parar.

- Aham...tu é uma preconceituosa mesmo. Ballet é arte, não tem nada de boiolice nisso. (Claro que ele não iria fazer ballet, era só pra provocar ela mesmo. Mas a provocação não estava tendo êxito já que Carla não parava de gargalhar.)

Carlinha finalmente ficou em silêncio.

- No que tu tá pensando? - pergunta Betinho.

- Ai Betinho, por favor não faz ballet. Faz qualquer outra coisa menos ballet.

- Ué, por que essa mudança repentina? Tá com ciúmes né? Confessa!!!

- Não, Betinho, é que se tu fizer ballet, meu pai vai achar que tu é uma mulherzinha, e consequentemente vai achar que eu sou machorra, e portanto, eu não vou poder fazer judô!

E assim Carlinha deita no chão de tanto rir...

3 comentários:

  1. hahaha
    boa, boa
    mas, seria mesmo 'betinho' o nome desse cara? me soa familiar, ele!

    bjus

    ResponderExcluir
  2. muito engraçado
    quase fiz xixi de tanto rir
    esse betinho, hein!!!!

    ResponderExcluir
  3. finalmente algo engraçado!!
    muito boa!!!

    homens sempre saem por baixo

    bem feminista eu né?!!!!!

    ResponderExcluir

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!