21 de fev de 2008

Amizade Sem-Vergonha

Sei de muitas histórias de amizade, de namoro e, inclusive, de casamento que começaram com um bate-papo virtual. Uma delas é de uma amiga que conheceu o namorado pela Internet. Ela se dizia "meio bruxa", era totalmente avessa à igreja. Já o futuro namorado dela, era evangélico. Depois que começou o romance dos dois, ela se converteu. Um legítimo milagre que já dura uns 6 anos. Ah, ficaram curiosos pra saber quem casou? Eu conto. Foi uma professora minha que conheceu o love no Orkut e, pelo que sei, acabou o casamento justamente por causa do Orkut. Boatos rolam, vai saber...

Quando eu tinha uns 15 anos todo mundo se encontrava no Mirc, um programa onde havia várias salas de colégios, bairros ou cidades. Através dele a gente batia papo com amigos, conhecidos ou conhecidos-dos-conhecidos. Ou seja, a pessoa nunca era totalmente desconhecida. E o mais legal é que, às vezes, aquela pessoa com quem você quase nunca falava no colégio acabava se desinibindo e conversando um monte com você pela net trazendo amizades virtuais para o plano real.

Por isso, apesar de não usar a Internet com esse fim, acho que ela é uma ótima aliada de pessoas tímidas, que tendo o monitor como escudo conseguem falar o que não tem coragem de falar cara-a-cara. Nesse caso, não duvido que seja possível fazer bons amigos pela Internet, e mais ainda, tornar conhecidos grandes amigos. Então viva à era da informática, onde até os tímidos têm vez!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!