Pular para o conteúdo principal

O tempo passa, o tempo voa...


"Não deixe nada pra depois, não deixe o tempo passar. Não deixe nada pra semana que vem, porque semana que vem, pode nem chegar." A Pitty falou tudo né? Quem sabe o dia de amanhã? Deus? Talvez. Não sou exemplo de organização, mas sempre procuro diminuir ao máximo minhas pendências. Só durmo se estou caindo de sono mesmo. Pois se ainda sou capaz de pensar, ainda sou capaz de fazer o que tenho pra fazer. As olheiras que se danem. Nem as disfarço (tenho preguiça).

Carrego sempre comigo um bloquinho de notas (cafonérrimo, a propósito). Nele vão tarefas que tenho que cumprir, trabalhos a fazer, lembretes, dicas de filmes e livros que recebo e, acima de tudo, idéias, muitas idéias. Deixar pra depois faz com que eu fique sobrecarregada, me estresse e acabe desistindo de muitas coisas. Por isso, me dedico muito aos meus "deveres" que eu mesma me imponho e vou riscando eles do bloquinho conforme vou cumprindo-os. Posso ter preguiça de lavar louça, mas meus textos, trabalhos e contas procuro manter sempre em dia. Confesso que tem um trabalho de Jornalismo Científico que tá de molho faz umas duas semanas. Tô levando (na bolsa). Pois é, dá pra ver que eu só gosto de organizar o que me interessa né?

(pauta pro Site da Capricho)


**************************

Falando em tempo, 2009, infelizmente, vem chegando. Odeio quando os anos passam. Quero ficar com 21 anos pra sempre! E neste novo ano prometo não fazer promessas. Até porque, tenho várias pra cumprir primeiro. Não quero ter cárater de política, então não vou prometer coisas que não sei se vou cumprir. Além do mais, é idiota prometer coisas que não dependem só de mim. "Vou arranjar um novo amor. Vou ganhar mais dinheiro. Vou ser mais feliz. Vou isso, vou aquilo." Mas será que vou mesmo? Ano novo, vida nova! Quem inventou essa frase? A vida é a mesma a não ser que você nasça de novo, meu bem. Esse negócio de promessas não tá com nada. Ano novo vou ser eu, como sempre fui e seja o que Deus quiser. E esse vai ser o único vou que irei usar na véspera, ok?

(pauta pra Revista Capricho)



Comentários

  1. nossa
    vc é organizada Táá.
    eu sou uma bagunça total, o que eu tenho que fazer urgente, eu anoto no pulso pra não esquecer, uma coisa boniita
    uahsuAHSUhas

    beiijos lindona
    e as suas metas de fim de ano ausentes são as melhores, pq são ausentes, e é mais que certo não prometer nada que não dependa de nós :D

    ResponderExcluir
  2. Olha o tempo passao mesmo e não há nada que possamos fazer!

    ResponderExcluir
  3. O tempo hoje em dia é muito curto, e devemos otimizá-lo da melhor maneira possível. Bjus e bfs.

    http://so-pensando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. "Só durmo se estou caindo de sono mesmo."
    Para que dormir agora, se quando morremos temos o tempo todo para dormir?
    Por outro lado, o que importa para mim é o aqui e o agora, não vivo preocupada com as coisas que tenho que fazer amanhã, e sim com as coisas para fazer agora.

    ResponderExcluir
  5. Adorei!
    E pra começar 2008 eu tbm não fiz nada da tal da lista das boas intenções! E pretendo não fazê-la de novo. Odeio me frustrar(mesmo sabendo que é inevitável).


    **Brigada pelo apoio.. sinto que esses momentos tristes vão passar bem rápido!
    Brigada mesmo!

    ;*

    ResponderExcluir
  6. Huuuum, é verdade, tem hora que organização é TUDO! que legal você é jornalista, sonho em fazer essa faculdade, não vejo a hora, acho um maximo! você curte?
    aah, se quiser passar la no meu blog, é www.papinhodalua.zip.net

    beeijos :*

    ResponderExcluir
  7. Passando rapidiinho só pra deixa um OLÁ

    Bjsssss

    Mika

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. tiago medina22/10/2008 04:35

    O negócio é deixar as pautas e tarefas para a última hora. Dessa forma, elas são feitas com mais emoção! hehehe
    Inclusive a monografia...

    beijos
    ps: te respondi sobre as falsas magras ou me esqueci?

    ResponderExcluir
  10. Ich...só de pensar nisso, ja canso!

    abraço.

    ResponderExcluir
  11. Olha, vivo em dois opostos. Há certo tipo coisa que minha neurose não me permite deixar para depois, chega a atrapalhar minha vida. Mas para outras coisas... se der pra deixar pra próxima encarnação, eu deixo!
    Agora, eu discordo do comentário aí de cima, fazer de última hora não me causa emoção, me causa um stress que vai abreviando meus dias de vida!
    Sobre o trabalho que vc leva na bolsa pra lá e pra cá, eu costumo dizer que levo meus livros e processos (sou advogada) pra passear. Não toco um dedo neles no fds ou feriado, mas minha consciência fica menos pesada se eles estiverem comigo!
    Menina, tô numa semana complicadíssima. Tenho duas ou três postagens no rascunho (escrever é uma terapia pra mim!) mas não to conseguindo terminar.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  12. rsrsrrrs

    Eu acho q deve ser por aii uns 1,65 /1,75 seei lá
    Quando ficar sabendo direiito aii aviso[risos]
    rsrrs

    [LUTO]
    Bjsssss
    Mika

    ResponderExcluir
  13. rsrsrrrs

    Eu acho q deve ser por aii uns 1,65 /1,75 seei lá
    Quando ficar sabendo direiito aii aviso[risos]
    rsrrs

    [LUTO]
    Bjsssss
    Mika

    ResponderExcluir
  14. Hahaha, não tá com nada memso, eu todo começo de ano prometo que vou estudar todos os dias, que vou cortar o cabelo bem curtinho, ahahahaha.
    Se promessa é divída, meu nome já tá no SPC.

    Beeeeeeeeeijos!

    ResponderExcluir
  15. Hahaha, não tá com nada memso, eu todo começo de ano prometo que vou estudar todos os dias, que vou cortar o cabelo bem curtinho, ahahahaha.
    Se promessa é divída, meu nome já tá no SPC.

    Beeeeeeeeeijos!

    ResponderExcluir
  16. é levando em consideração esse conceito de aproveitamento total da vida que eu vivo cada dia como se fosse o ultimo...
    vai saber o que a vida reservaa.. quanto mais se acula mais se sobrecarrega.. prefiro mamter minhas coisinhas organizadas e em dia..

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. mais pra frente eu também quero fazer uma dessas listas ao estilo "antes de partir" e fazer tudo que me segurei pra não fazer a vida inteira.

    beijiinho

    ResponderExcluir
  18. Também me amarro nessa música da Pitty, apesar de nunca cumprir o que é proposto nela.

    Post muito legal! Parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!

Postagens mais visitadas deste blog

A chata existência dos chatos

Faz tempo que quero escrever sobre pessoas chatas, mas é meio difícil falar sobre elas. É que eu me irrito demais com pessoas chatas. Me irrito justamente porque elas são como são, chatas! Pior que isso, têm chatos que, muitas vezes, são legais e, portanto, você não pode ser estúpido com eles, pois se não, até nos momentos que eles deveriam ser legais, eles vão ser chatos. Complicado não?
Eu, que também devo ser chata pra algumas pessoas, não tolero determinadas chatices. Eu as engulo no osso. Muitas vezes, sou grossa, respondo, dou indiretas, ignoro. Mas o chato pós-graduado não percebe e continua me chateando. Vou dar um exemplo. Sou umas pessoa que detesta ser interrompida em qualquer circunstância (absolutamente qualquer circunstância). Não gosto de ser interrompida no banho, no telefone, quando escrevo, quando leio, quando trabalho e até quando não faço nada. Não gosto que me tirem o foco. Devo admitir que nesse sentido sou egoísta. Sempre acho que o que estou fazendo é mais inter…
Infância roubada

Crianças. Será que ainda existem? Em que momento a infância termina, nos dias de hoje? Eu deixei de ser criança parcialmente aos 12 anos, quando achei que as festinhas com a turma eram bem mais divertidas que as bonecas. Mas eu senti a chegada da adolescência normalmente. Percebi que meus interesses estavam mudando, assim como os da maioria dos meus amigos. Foi um processo natural e saudável. Mesmo virando adolescente nunca deixei de agir feito uma criança boba de vez em quando pra me divertir. O ideal é nunca deixarmos de ser crianças, nem que seja um pouquinho só. Mas esse foi o meu jeito de crescer. A maneira como as crianças crescem agora, é muito diferente.

As meninas largam as bonecas bem antes dos 12. Descobrem que é mais interessante maquiar a si mesmas do que maquiar rostos de plástico; As músicas que escutam não são mais ao estilo Chiquititas, Xuxa ou Balão Mágico. Agora a moda é ouvir Rebeldes (que não são órfãs vestidas de forma comportada, mas sim meninas q…

Gente que sabe escutar o outro

Sempre acreditei no poder da fala. No quanto é importante falarmos sobre aquilo que nos incomoda. Falarmos pros outros - amigos, terapeuta - ou pra quem está nos afetando. Talvez ainda acredite, mas apenas com as pessoas certas.
Gosto de falar naturalmente. Faz parte de mim. Assim como gosto de escrever. Além de escrever crônicas, contos e matérias, escrevo muitos emails. Os emails são as cartas que mando quando preciso conversar com quem não gosta de sentar frente a frente e olhar olho no olho. Não culpo, pois cada um tem suas fraquezas. O problema é que essas pessoas que leem minhas 'cartas' nem sempre respondem e, muito menos, as absorvem - o que é pior que não respondê-las. As que o fazem, respondem tão lindamente (mesmo quando a resposta não é o que eu esperava), que posso dizer que são pessoas raras e especiais, pois me deram 'ouvidos' (olhos) e pediram os meus. Sou grata a elas e guardo esses emails especiais com carinho, pois foram aprendizados pra mim.

Mas não e…