Pular para o conteúdo principal

Textos para Capricho (2 em 1)




Moda verão...qual a tendência de corpo pra próxima estação?

O verão vem chegando e a as academias vão superlotando. Dois meses antes de ir pra praia, guris e gurias vão em busca do corpo perfeito. Meio difícil, pois o corpo perfeito não se atinge em dois meses e, às vezes, nem em anos. Talvez com muito silicone, suplemento, musculação e principalmente dedicação, mas não da noite pro dia. Isso se a moda for ser bombado (a) ou saradérrimo(a), é claro.

Cuidado, o conceito de corpo perfeito varia em média a cada cinco anos. Não é só roupa que vira tendência, corpo também. Que tal se um ano após colocar seu silicone a moda vira seios pequenos, como nos tempos em que Cláudia Raia, Adriane Galisteu e Carolina Ferraz eram as tops? Nada muito improvável, afinal, no ano das mulheres samambaias, frutas e por aí vai, gostosas como Juliana Paes e Débora Secco estão investindo na próxima tendência: ser magérrima. Atualmente, estão pesando em torno de 47, 50 quilos. Corpo e moda tem tudo a ver. Ninguém sabe se a Mulher Melancia é gorda ou gostosa, mas a moda é ter bundão. Ninguém sabe se seios de Sheila são lindos ou exagerados, mas a moda é ter silicone. Já foi moda ser sequinha como a Gisele e está voltando a ser.

Além da moda, os gostos variam. Portanto, antes de querer virar a nova mulher fruta da tv, analise bem a próxima tendência e os gostos masculinos que variam muito também. E pros meninos vale a mesma dica. Quem disse que gostamos só dos sarados?

Amigos, amigos. Negócios à parte.
Horas após ser libertada pelo ex-namorado de Eloá, Nayara voltou pro "cativeiro". Sim, a polícia deixou. A intenção foi boa, mas, infelizmente, o coração falou mais alto que a razão, pra variar. A questão é: que tipo de ajuda Nayara prestaria ao voltar? Querer salvar a vida de uma amiga é muito bonito, mas nesse caso, ela não tinha como salvar. No máximo, confortar a amiga, consolar. Será que voltar não foi até pior? Será que se Eloá estivesse sozinha com o ex-namorado não seria mais fácil persuadir ele a retroceder de sua insensatez?
Nesse caso não valeu a pena o esforço de Nayara, pelo simples fato de que ela não tinha como ajudar. Em caso de polícia, a negociação é só entre mocinho e bandido. Não tem nada a ver envolver gente de fora no negócio. E já diz o velho ditado "em briga de marido e mulher...". Ela estava sobrando lá.

Comentários

  1. AAAAAAAAAAAAAAH, ALGUÉM QUE CONCORDA COMIGO!!!!!!!!!!



    eeeeer, oi, também sou colaboradora do TDB, e tipo... eu vi sua pauta na capricho e achei que foi a única que se pôs mais ou menos contra a diferença de idade. vi seu comentário e fiquei LOUCA pra visitar seu blog :)

    (www.chocolatenotelcado.zip.net)

    :*

    ResponderExcluir
  2. Menina, a Carolina Ferraz é 250 vezes mais sexy que a Maníaca do Silicone (apelidinho que eu dei pra essa moça lá no meu blog!). E essas mulheres fruta, sinceramente, não me descem. Nem tanto pelo corpo, mas principalmente pela vulgaridade.
    Mas sendo mais imparcial e analisando as tendências, você tem razão, todas as gostosonas mais famosas estão ficando magrinhas, e, se você prestar atenção, andam valorizando mais a roupa do que o corpo.

    Quanto ao caso do sequestro, foi mesmo uma sucessão de erros, mas ninguém errou tanto quanto a imprensa. Tomara que a nova geração de jornalistas entre no mercado e moralize a imprensa, pelo menos um pouco.

    ResponderExcluir
  3. taí.. mais pessoas deviam pensar nisso: em como é legal ser diferente da massa.
    verdade que nem todo mundo baaaba os deuses gregos, eu por exemplo, nem olho para os bombadérrimos. :)

    ResponderExcluir
  4. TATÁ, TE ACHEI!!
    guriiiiia, tu não vai acreditar nas coiscidências dessa vida.
    eu e o JULI somos tri amigos e só hoje fomos ver a nossa ligação de Capão Novo!!!
    ambos te adicionamos no msn, agora é ter uma conversa em grupo lá!!
    hehehehe :)

    saudaaaaaaaaades amiga!!!

    ResponderExcluir
  5. Para as mulheres a tendencia é in natura, sem silico, sem botox sem photoshop kkkkk..gosto como são, belas como nunca..
    besitos!!!

    ResponderExcluir
  6. Eu acho essa corrida pela beleza uma idiotice total! As pessoas estão cada vez mais presas as questões do corpo, quando o que vale realmente é a mente e o espírito. O corpo é mais uma união carbonica, como qualquer coisa orgânica; depois da morte, apodresse, fede e decomprõe. Bjus.

    Ps: Voltei a escrever "textos" rsrs

    http://so-pensando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu acho essa corrida pela beleza uma idiotice total! As pessoas estão cada vez mais presas as questões do corpo, quando o que vale realmente é a mente e o espírito. O corpo é mais uma união carbonica, como qualquer coisa orgânica; depois da morte, apodresse, fede e decomprõe. Bjus.

    Ps: Voltei a escrever "textos" rsrs

    http://so-pensando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. O ruim é a mídia sempre bombando exemplos de beleza inalcançaveis. Não sei se é culpa soh deles, mas em um mundo sem homens eu seria muito, muito gorda :D

    ResponderExcluir
  9. Querendo ou não, até to curtindo essa coisa de Guria Melancia! Oba, tô na moda!

    ahahahahahhaha

    Mas, falando sério,essa questãod e padrão eu acho que é feita por mulheres, pq nem sempre meus amigos meninos (maioria) aprovam as que estão "no topo das paradas"!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!

Postagens mais visitadas deste blog

A chata existência dos chatos

Faz tempo que quero escrever sobre pessoas chatas, mas é meio difícil falar sobre elas. É que eu me irrito demais com pessoas chatas. Me irrito justamente porque elas são como são, chatas! Pior que isso, têm chatos que, muitas vezes, são legais e, portanto, você não pode ser estúpido com eles, pois se não, até nos momentos que eles deveriam ser legais, eles vão ser chatos. Complicado não?
Eu, que também devo ser chata pra algumas pessoas, não tolero determinadas chatices. Eu as engulo no osso. Muitas vezes, sou grossa, respondo, dou indiretas, ignoro. Mas o chato pós-graduado não percebe e continua me chateando. Vou dar um exemplo. Sou umas pessoa que detesta ser interrompida em qualquer circunstância (absolutamente qualquer circunstância). Não gosto de ser interrompida no banho, no telefone, quando escrevo, quando leio, quando trabalho e até quando não faço nada. Não gosto que me tirem o foco. Devo admitir que nesse sentido sou egoísta. Sempre acho que o que estou fazendo é mais inter…

O tempo passa, o tempo voa...

"Não deixe nada pra depois, não deixe o tempo passar. Não deixe nada pra semana que vem, porque semana que vem, pode nem chegar." A Pitty falou tudo né? Quem sabe o dia de amanhã? Deus? Talvez. Não sou exemplo de organização, mas sempre procuro diminuir ao máximo minhas pendências. Só durmo se estou caindo de sono mesmo. Pois se ainda sou capaz de pensar, ainda sou capaz de fazer o que tenho pra fazer. As olheiras que se danem. Nem as disfarço (tenho preguiça).

Carrego sempre comigo um bloquinho de notas (cafonérrimo, a propósito). Nele vão tarefas que tenho que cumprir, trabalhos a fazer, lembretes, dicas de filmes e livros que recebo e, acima de tudo, idéias, muitas idéias. Deixar pra depois faz com que eu fique sobrecarregada, me estresse e acabe desistindo de muitas coisas. Por isso, me dedico muito aos meus "deveres" que eu mesma me imponho e vou riscando eles do bloquinho conforme vou cumprindo-os. Posso ter preguiça de lavar louça, mas meus textos, trabalhos …
Infância roubada

Crianças. Será que ainda existem? Em que momento a infância termina, nos dias de hoje? Eu deixei de ser criança parcialmente aos 12 anos, quando achei que as festinhas com a turma eram bem mais divertidas que as bonecas. Mas eu senti a chegada da adolescência normalmente. Percebi que meus interesses estavam mudando, assim como os da maioria dos meus amigos. Foi um processo natural e saudável. Mesmo virando adolescente nunca deixei de agir feito uma criança boba de vez em quando pra me divertir. O ideal é nunca deixarmos de ser crianças, nem que seja um pouquinho só. Mas esse foi o meu jeito de crescer. A maneira como as crianças crescem agora, é muito diferente.

As meninas largam as bonecas bem antes dos 12. Descobrem que é mais interessante maquiar a si mesmas do que maquiar rostos de plástico; As músicas que escutam não são mais ao estilo Chiquititas, Xuxa ou Balão Mágico. Agora a moda é ouvir Rebeldes (que não são órfãs vestidas de forma comportada, mas sim meninas q…