Pular para o conteúdo principal

Perfil Cláudio Cunha


Cláudio Cunha, 38 anos, natural de Santana do Livramento, nutre uma paixão pela música desde criança. Essa paixão levou-o até seu posto atual na Ipanema. No comando de cinco programas, todos de estilos diferenciados, ele é peça-chave na programação da rádio.

Ouvinte assídua do programa Reggae Dub, Manuela Albuquerque, 20 anos, confessa não passar um sábado sem ouvir Cláudio Cunha na Ipanema. “Todo o sábado eu escuto o Cláudio tomando um chimarrãozinho, se vou viajar, sempre escuto no rádio do carro, sei lá, é minha companhia no sábado”.Quando criança, Claudio costumava subir o morro e ir até a rádio levar seus discos e dar seus pitacos de ouvinte, além de participar constantemente pelo telefone.

Nos anos 80, já cursando jornalismo na Unisinos, Cláudio encontrou, na badalada boate Garagem Hermética, a radialista Kátia Suman, que notou seu interesse e o convidou a trabalhar como operador de áudio na Ipanema. “Conheci o Claudio quando ele tinha apenas 15 anos, desde cedo percebi seu interesse pela música. Aos 16, foi ele quem levou um cd pela primeira vez até a rádio”, comenta, frisando que na época, o cd era uma grande inovação, já que só havia vinil. Kátia explica que na rádio as pessoas são obrigadas a ouvirem coisas que não gostam por imposição profissional, entretanto, do seu ponto de vista, Cláudio sempre demonstrou prazer em conhecer tudo que estava ao seu alcance. "Ele tem uma real satisfação por conhecer as coisas, é um cara que não tem preconceitos dentro das vertentes do rock, respeitando todos os estilos”.

Logo, logo, seu talento foi reconhecido e ele foi crescendo lá dentro. Com a evolução e a estabilidade no trabalho, abandonou a faculdade. Acredita que ela não o levaria muito além financeiramente. O retorno financeiro que seus amigos formados recebiam, não chegava nem perto do que ele ganhava sem ser formado. Atualmente, sente-se satisfeito na rádio e paralelo ao seu trabalho atua como D.J, afinal, sua praia é a música. De acordo com ele, "na faculdade não tem nenhuma cadeira que te ensine música, ou programação". Cláudio reina absoluto nos programas: Reggae Dub, que traz para os ouvintes o melhor do reggae, Arrasa Quarteirão, rock pesado, para os amantes do metal, Caixa Acústica Ipanema, clássicos, novidades, raridades e exclusividades em versões acústicas, Rock n´geral, lançamentos e curiosidades no mundo da música e Ipanema Pod, programa ligado na web e de olho nas novas bandas na internet. É tão eclético quanto seus programas, mas revela que sua banda do coração, da qual recebeu influência é a inglesa The Who.

(Matéria desenvolvida com Manuela Pereira para cadeira de Jornalismo de Variedades - publicada no blog http://www.epravariar.blogspot.com/)

Comentários

  1. Ser eclético. A coisa mais rara dos dias de hoje.

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Deve ser um cara cheio de coisas pra contar! Parabéns pelo tema. Gente interessante também é um assunto muito agradável, principalmente em tempos em que falar de gente é quase sinônimo de fazer fofoca.
    Gostei!

    Ah, e não muda seu layout não. Eu acho tão legal essas folhas de caderno, é sério. Acho que me dá a impressão de que você está mandando um bilhete pras pessoas, ou algo assim.

    ResponderExcluir
  3. Achu legal conhecer pessoas e historias de vida novas assim.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!

Postagens mais visitadas deste blog

O tempo passa, o tempo voa...

"Não deixe nada pra depois, não deixe o tempo passar. Não deixe nada pra semana que vem, porque semana que vem, pode nem chegar." A Pitty falou tudo né? Quem sabe o dia de amanhã? Deus? Talvez. Não sou exemplo de organização, mas sempre procuro diminuir ao máximo minhas pendências. Só durmo se estou caindo de sono mesmo. Pois se ainda sou capaz de pensar, ainda sou capaz de fazer o que tenho pra fazer. As olheiras que se danem. Nem as disfarço (tenho preguiça).

Carrego sempre comigo um bloquinho de notas (cafonérrimo, a propósito). Nele vão tarefas que tenho que cumprir, trabalhos a fazer, lembretes, dicas de filmes e livros que recebo e, acima de tudo, idéias, muitas idéias. Deixar pra depois faz com que eu fique sobrecarregada, me estresse e acabe desistindo de muitas coisas. Por isso, me dedico muito aos meus "deveres" que eu mesma me imponho e vou riscando eles do bloquinho conforme vou cumprindo-os. Posso ter preguiça de lavar louça, mas meus textos, trabalhos …

Textos para Capricho (2 em 1)

Moda verão...qual a tendência de corpo pra próxima estação?O verão vem chegando e a as academias vão superlotando. Dois meses antes de ir pra praia, guris e gurias vão em busca do corpo perfeito. Meio difícil, pois o corpo perfeito não se atinge em dois meses e, às vezes, nem em anos. Talvez com muito silicone, suplemento, musculação e principalmente dedicação, mas não da noite pro dia. Isso se a moda for ser bombado (a) ou saradérrimo(a), é claro.Cuidado, o conceito de corpo perfeito varia em média a cada cinco anos. Não é só roupa que vira tendência, corpo também. Que tal se um ano após colocar seu silicone a moda vira seios pequenos, como nos tempos em que Cláudia Raia, Adriane Galisteu e Carolina Ferraz eram as tops? Nada muito improvável, afinal, no ano das mulheres samambaias, frutas e por aí vai, gostosas como Juliana Paes e Débora Secco estão investindo na próxima tendência: ser magérrima. Atualmente, estão pesando em torno de 47, 50 quilos. Corpo e moda tem tudo a ver. Ningué…

Entrevista: Carol Teixeira

LOUCA PELA VIDA
“Pessoas mesmo são os loucos, os que são loucos por viver, loucos por falar, loucos por serem salvos (...)”. Essa é uma parte de um poema de Jack Kerouac que Carol Teixeira tem estampado na parede de sua sala. É outra maneira que Carol encontrou de transbordar, como se não bastassem as frases tatuadas em seu corpo, escritas em seu blog e em seus livros. Carol é assim, transparente. Seu corpo, seu jeito, sua casa, seus livros, tudo é ela. A escritora e filósofa de 28 anos é autora dos livros “De Abismos e Vertigens” e “Verdades & Mentiras”. É colunista da Cool Magazine e dos sites http://www.lpm.com.br/ e http://www.queb.com.br/ e editora da nova Revista do Beco. Já escreveu peças de teatro, fez programas de rádio, participou de um reallity show, viajou pelo mundo, foi dona de bar, ama a noite, Nietzche, Caio Fernando Abreu, Fred e, acima de tudo, a vida.
Tu já passaste por três cursos: Jornalismo, Direito e Filosofia. Desististe dos dois primeiros seguindo firme com…