Pular para o conteúdo principal

Twitter X Orkut - and - Skoob

Duas coisas:

Recentemente descobri dois novos sites de "relacionamentos" que curti bastante. O primeiro foi o Skoob. É praticamente uma biblioteca virtual. Me cadastrei e adicionei à minha estante todos os livros que já li (os que lembro, é claro), todos os livros que pretendo ler, os que emprestei, os que desisti de ler e por aí vai. Tudo fica bem separadinho e organizado. Lá você pode buscar os livros por quais se interessa para adicionar à estante de lidos ou não lidos e pode ler várias informações sobre eles, tal como sinopse, resenha, comentários e opiniões (também tem a foto da capa). Se tal livro não consta, tu pode cadastrar. Além disso, tu pode adicionar amigos para discutir sobre livros com eles. Pra mim foi o maior achado. Isso porque eu tenho um caderno onde escrevo todos os livros que pretendo ler. E tinha um que pus fora com os livros que li. Sempre que leio comentários, críticas ou citações sobre autores ou livros, seja em revistas, jornais, sites ou blogues, quando acho interessante, anoto. Sendo assim, esse site foi perfeito pra que eu pudesse me organizar melhor. Vale a dica pra quem curte ler. O site é www.skoob.com.br.

Outro achado foi o Twitter. Descobri ele numa aula da faculdade quando um professor falava sobre ele. Diante das argumentações do professor achei a proposta interessante e me cadastrei. Entretanto, diante da minha burrice e preguiça que me atinge na madrugada, já estava achando tudo um tédio estando prestes a largar de mão o negócio. Sorte de eu ter coletado algumas dicas de como mexer pra não desistir tão cedo dele. Achei legal a idéia de termos acesso a veículos de comunicação dos quais gostamos podendo "assinar" os mesmos como forma de nos mantermos atualizados (mesmo que em forma de manchetes). Temia que fosse fútil como o Orkut. Nada contra quem tem Orkut (eu já tive e posso vir a ter se me der na telha), pelo contrário, eu que não tenho sinto um prazer enorme em fuçar a vida alheia sabendo que estes não poderão fuçar na minha já que não tenho. De qualquer forma, espero que o Twitter não invente álbum de fotos nem perfis gigantes como os do Orkut, porque se não perderá sua finalidade e se tornará indigno da minha apreciação (Oo). Será apenas mais um site que tenta imitar o Orkut e não resiste. Não gosto da falsidade que as fotinhos de Orkut nos passam nem dos recados falso-calorosos entre pessoas que são amissíssimas online, mas nunca marcam de se ver pessoalmente. Enfim...acredito que este não é o propósito do site e espero que dê certo. Basta mantermos os contatos certos. Sem preconceitos, mas temo a invasão das crianças nesses sites! = /

Bom, tenho que estudar, portanto, outra hora eu volto pra falar mais merdas desse tipo ou quem sabe algo útil. Vai saber?

Comentários

  1. Eu não gosto muito do twitter, mas tenho.
    E gostei da ideia do scoob, tô indo me cadastrar, espero me organizar melhor atraves dele ;)

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Adorei a idéia do Scoob! Vou ir laah ver :D Encontrei seu blog no site da Capricho, tah lindoo parabéns :D

    ResponderExcluir
  3. Twitter e orkut não tem nada a ver, Tássia.
    O legal do Twitter é usá-lo no trabalho - ou quando tu tens que ficar horas a fio na internet. Não acho - e nem pretendo que se torne - útil. Mas é uma boa distração.
    Já tua outra dica, não conheço, vou me informar.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que bacana, vou já olhar isso!
    E talvez eu até monte uma filial sobre filmes! rs! Grande achado mesmo.

    Sobre o twitter já ouvi tanto falar que é bom, e tb já ouvi tanto falar que tem que ter paciência pra aprender a mexer. Minha preguiça ainda não me deixou tentar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!

Postagens mais visitadas deste blog

O tempo passa, o tempo voa...

"Não deixe nada pra depois, não deixe o tempo passar. Não deixe nada pra semana que vem, porque semana que vem, pode nem chegar." A Pitty falou tudo né? Quem sabe o dia de amanhã? Deus? Talvez. Não sou exemplo de organização, mas sempre procuro diminuir ao máximo minhas pendências. Só durmo se estou caindo de sono mesmo. Pois se ainda sou capaz de pensar, ainda sou capaz de fazer o que tenho pra fazer. As olheiras que se danem. Nem as disfarço (tenho preguiça).

Carrego sempre comigo um bloquinho de notas (cafonérrimo, a propósito). Nele vão tarefas que tenho que cumprir, trabalhos a fazer, lembretes, dicas de filmes e livros que recebo e, acima de tudo, idéias, muitas idéias. Deixar pra depois faz com que eu fique sobrecarregada, me estresse e acabe desistindo de muitas coisas. Por isso, me dedico muito aos meus "deveres" que eu mesma me imponho e vou riscando eles do bloquinho conforme vou cumprindo-os. Posso ter preguiça de lavar louça, mas meus textos, trabalhos …

Entrevista: Carol Teixeira

LOUCA PELA VIDA
“Pessoas mesmo são os loucos, os que são loucos por viver, loucos por falar, loucos por serem salvos (...)”. Essa é uma parte de um poema de Jack Kerouac que Carol Teixeira tem estampado na parede de sua sala. É outra maneira que Carol encontrou de transbordar, como se não bastassem as frases tatuadas em seu corpo, escritas em seu blog e em seus livros. Carol é assim, transparente. Seu corpo, seu jeito, sua casa, seus livros, tudo é ela. A escritora e filósofa de 28 anos é autora dos livros “De Abismos e Vertigens” e “Verdades & Mentiras”. É colunista da Cool Magazine e dos sites http://www.lpm.com.br/ e http://www.queb.com.br/ e editora da nova Revista do Beco. Já escreveu peças de teatro, fez programas de rádio, participou de um reallity show, viajou pelo mundo, foi dona de bar, ama a noite, Nietzche, Caio Fernando Abreu, Fred e, acima de tudo, a vida.
Tu já passaste por três cursos: Jornalismo, Direito e Filosofia. Desististe dos dois primeiros seguindo firme com…

Textos para Capricho (2 em 1)

Moda verão...qual a tendência de corpo pra próxima estação?O verão vem chegando e a as academias vão superlotando. Dois meses antes de ir pra praia, guris e gurias vão em busca do corpo perfeito. Meio difícil, pois o corpo perfeito não se atinge em dois meses e, às vezes, nem em anos. Talvez com muito silicone, suplemento, musculação e principalmente dedicação, mas não da noite pro dia. Isso se a moda for ser bombado (a) ou saradérrimo(a), é claro.Cuidado, o conceito de corpo perfeito varia em média a cada cinco anos. Não é só roupa que vira tendência, corpo também. Que tal se um ano após colocar seu silicone a moda vira seios pequenos, como nos tempos em que Cláudia Raia, Adriane Galisteu e Carolina Ferraz eram as tops? Nada muito improvável, afinal, no ano das mulheres samambaias, frutas e por aí vai, gostosas como Juliana Paes e Débora Secco estão investindo na próxima tendência: ser magérrima. Atualmente, estão pesando em torno de 47, 50 quilos. Corpo e moda tem tudo a ver. Ningué…