4 de jul de 2009

Faculdades de Jornalismo são de extrema importância para a formação do profissional, sim!!!

Após ler a coluna do David Coimbra do dia 26, sexta-feira, fiquei muito chateada diante da sua constatação de que as faculdades de Jornalismo não ensinam. Como estudante de Jornalismo que sou, aprendi, entre outras tantas coisas, que generalizações são perigosas, portanto, devemos ter cuidado ao usá-las.

Tenho que concordar que ao fazer meus três primeiros semestres de faculdade na Unisinos não aprendi muita coisa, exceto na cadeira de Introdução ao Jornalismo, onde fui introduzida às teorias de cada técnica e veículo jornalístico. Após isso, seguiram-se várias e várias teorias chatas que quase me fizeram desistir do Curso. Isso porque, na minha concepção, Jornalismo se aprendia mais na prática do que na teoria, e aquilo não estava acontecendo ali.

Mesmo assim, antes de tomar a decisão de trocar de curso, decidi olhar a grade curricular do curso de Jornalismo que estava abrindo no IPA. Como ex-estudante do colégio Americano e apreciadora de seu ensino, eu já nutria um certo carinho pela Rede Metodista e, após olhar a grade, fiquei surpresa ao ver que cada semestre enfatizava um veículo de comunicação e que havia muita prática através de projetos experimentais, como eu desejava. Decidi me transferir para o IPA e não me arrependo até hoje.

Apesar de pouco conceituado em comparação à Unisinos, o IPA fez renascer em mim a paixão pelo Jornalismo. Não pensem que tenho alguma ligação com a faculdade e que estou puxando o saco. Assim como quaisquer outros alunos, eu pago a caríssima mensalidade (que inclusive deveria baixar com a derrubada do diploma) e sofro todo mês quando aquele dinheirinho sai da minha conta. Estou falando dela, pois, ao contrário do que David fala em sua coluna, no IPA eu tive e tenho ótimos professores e o conteúdo é sim um forte da faculdade.

Não enchemos cadernos com textos. Não mesmo! Por sinal, quase nenhum aluno tem caderno por lá. Isso porque ficamos em constante movimento produzindo matérias pra rádio, tv, impresso ou web. Sendo assim, aprendemos agindo e não trancados em uma sala de aula. Não é conteúdo escrito, mas, com certeza, é de alta qualidade e bem mais enriquecedor na nossa área.

Talvez a imagem que o David faz da PUC não corresponda à atualidade. Talvez ela tenha sido insatisfatória somente em sua época. Mas como não estudo lá, não posso falar, entretanto convido os meus colegas de lá a falarem sobre isso.

David ainda afirma que "Fazer faculdade não transforma aluno em profissional". Como assim, não? Por que então estaríamos, nós alunos, professores e jornalistas, fazendo protestos em repúdio a derrubada do diploma? Se na PUC não se faziam profissionais no seu tempo, eu lamento.

Mas, por favor, em meio ao sentimento de raiva e desolação de milhares de alunos de Jornalismo, fazer uma afirmação dessas é no mínimo um desrespeito. Fica aqui meu manifesto de insatisfação com a coluna de David dessa sexta, compartilhado por vários dos meus colegas com quem conversei.



P.S.: Quem quiser ler a coluna do David Coimbra que critico pode clicar no link que segue abaixo. Além da coluna está essa mesma crítica. Sei que não me manifestei sobre a derrubada do diploma de Jornalismo, mas é que a indignação é tanta que ainda não fui capaz de expressar meu descontamento da maneira mais adequada. Mas as imagens publicadas acima ertamente já expressam um pouco da minha insatisfação e revolta. Segue o link:

11 comentários:

  1. Fazer faculdade não transforma aluno em profissional". Como assim ?
    Serio eu também concordo com você que jornalismo se aprende com pratica.
    Quase pulei do sofá quando ouvi que não seria mais exigido o diploma de jornalismo.Bem pra mim diploma é sim importante para todas as áreas,sem exceção.
    Bjos.

    P.S-aquele texto que vc leu no meu blog é fictício.bjos

    ResponderExcluir
  2. Claro que é necessa´rio estudar/fazer faculdade pra serjornalista..PELO AMOR DE DEUS ONDE ESSE MUNDO VAI PARAR?

    ResponderExcluir
  3. Estudar, acima de tudo, é o maior fundamento e a nossa maior riqueza. Ninguém nos tira o estudo e, para isso, devemos acreditar que não seremos melhores por termos diploma, mas sim por sermos pessoas mais informadas, com maior potencial para o mercado e para a vida. Mas quando li a coluna do David, percebí uma única coisa a qual poucos devem ter percebido: Já pararam pra pensar como alguém se torna profissional nas áreas mais inusitadas?! àreas as quais não se encontra inscrições para vestibular?!
    bjs tassi! belo texto!

    ResponderExcluir
  4. Haverá?! Há sempre uma deusa perdida
    Nos labirintos da contradição
    Há sempre alguém que usa a palavra amor
    Soprando doce veneno ao coração
    Há sempre alguém que nos diz coisas tontas
    Há sempre alguém que afugenta a Saudade
    Há sempre alguém que nos marca a ferro frio
    Há sempre uma alma ausente da verdade

    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  5. Eu fiquei P. da vida quando soube... Que horror... Uma ótima profissão sendo desvalorizada a esse modo? CREDO!!!
    ODIEI ISSO! :(
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu vou fazer faculdade de Jornalismo, porque acho necessária sim. Muitos queriam me fazer desistir, mas não desisto de ser uma jornalista qualificada.

    ResponderExcluir
  7. olaa, soh passei pra dizer que adoreii seu blog, acompanho o site da capricho, e agora tou visitando alguns blogs :]

    dê uma passadinha no meu e deixe seu recadinho, ficarei muitoo feliz em fazer novas amizades :] um grande beijoo


    :*

    ResponderExcluir
  8. teixa!
    não sei qual email tu está usando hoje em dia! vou escrever por aqui! pode apagar depois.

    eu estava no trabalho e fui buscar um café (com leite) na máquina.
    na mesa tinha uma CAPRICHO e fui folhear. Cai na página que tem uma FOTO TUA (oiiiiii?!)! Por 3 segundos tudo me pareceu muito familiar, mas tb confuso. Aí caiu a ficha! Fiquei tão feliz! Contei pra todos ao redor.

    espero que esteja tudo bem contigo e que a tássiaprontofalei continue tendo cada vez mais canais e leitores que a leiam e a ouçam. torço tb pra que eles tenham muita delicadeza and cuidado na hora de discordar. pikachu entra em ação.

    bjim,y.

    ResponderExcluir
  9. Oii...
    Amei seu blog! Muito lindo, o post ta mara ;D
    Dps visita o meu blog e comenta lá ?
    CauseNothingElseIsReal.blogspot.com
    Vaaleu *-*

    ResponderExcluir
  10. Tássia, eu concordo com vc, e acho seus argumentos muito sólidos.
    Me dá um pouco de medo do que vem por aí, pq o jornalismo anda tão desacreditado (e não é pra menos... cada coisa que temos visto!), mas e se ficar ainda pior, ainda mais sem critério? As próximas gerações vão crescer cercadas de informações sensacionalistas. Isso não te assusta? me assuta muito.
    fica a sugestão. escreva sobre isso, pq vc, com certeza, tem muito mais bagagem pra falar do impacto negativo disso.

    bjos.

    ResponderExcluir
  11. , ADOREI o blog *-* adoro os textos que vocês inscrevem para o TDB :*

    ResponderExcluir

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!