Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Dia do Livro!

23 de Abril - Dia do Livro

“A leitura faz do homem um ser completo; a conversa faz dele um ser preparado, e a escrita o torna preciso.”
Francis Bacon

“Um livro é a prova de que os homens são capazes de fazer magia.”
Carl Sagan

“Uma casa sem livros é como um quarto sem janelas.”
Heinrich Mann

“Quer amigos, procure nos bons livros; eles são os
amigos verdadeiros, que não bajulam ou dissimulam.”Francis Bacon
“Antigamente os livros eram escritos por homens de
letras e lidos pelo público. Hoje são escritos pelo público
e lidos por ninguém.”
Oscar Wilde

“O livro é um animal vivo.”
Aristóteles

Colo amigo

Nem todas as vezes em que precisei de amigos, os tive. E nem todas as vezes em que os tive, me foram suficientes. Quando eu os queria, não era da maneira em que se ofertavam. Não falo aqui dos momentos em que sua companhia me dava a alegria que eu precisava pra seguir em frente. Nessas vezes eles sempre superavam minhas expectativas, sendo meu maior escape. Falo aqui das vezes em que eu precisava deles pra me consolarem em momentos ruins da minha vida. Não um consolo que tivesse como objetivo me fazer rir. Não queria que eles contornassem meus problemas tentando fazer, mesmo que por momentos, com que eu esquecesse o assunto. Não queria disfarces. Queria um consolo amigo pra tratar daquela situação específica, daquele sofrimento ímpar. Mas o que eles não compreendiam é que eu não pedia conselhos. Eu não me lembro de alguma vez ter dito "o que eu faço?". Eu só queria um ombro. Ou melhor, um colo. Um colo pra deitar e chorar. Ou um abraço bem apertado... um beijo, um carinho. E…

Dia do Jornalista!

Quatro anos ou mais. Esse foi o dead line do nosso sonho. Enquanto começávamos um curso superior, repletos de dúvidas, chega a prática jornalística exigindo, logo de cara, que soubéssemos "o quê?, quando?, onde?, como?, quando? e o por quê?" de tudo nesse mundo, sendo que ainda não tínhamos certeza nem sobre nós mesmos. Depois, aprendemos a ordem dos textos. A pirâmide tem que ser invertida, mas era preciso reverter o nosso rumo e amadurecer de vez! Como nos critérios de noticiabilidade, descobrimos o que é realmente importante, e que, se notícia velha não vende jornal, a vida também seleciona o tempo que as coisas devem durar. Como na melhor das entrevistas ping-pong, fomos preenchendo nossos espaços vazios com respostas que um novo "arcabouço teórico" nos dava. Decidimos criar e moldar nosso próprio perfil, para deixar, pouco a pouco, de ser aquilo que sonharam para nós e nos tornar o que nós queremos realmente ser. Nossa vida ganhou novas manchetes e, ao mesmo t…