8 de abr de 2010

Dia do Jornalista!



Quatro anos ou mais. Esse foi o dead line do nosso sonho. Enquanto começávamos um curso superior, repletos de dúvidas, chega a prática jornalística exigindo, logo de cara, que soubéssemos "o quê?, quando?, onde?, como?, quando? e o por quê?" de tudo nesse mundo, sendo que ainda não tínhamos certeza nem sobre nós mesmos. Depois, aprendemos a ordem dos textos. A pirâmide tem que ser invertida, mas era preciso reverter o nosso rumo e amadurecer de vez! Como nos critérios de noticiabilidade, descobrimos o que é realmente importante, e que, se notícia velha não vende jornal, a vida também seleciona o tempo que as coisas devem durar. Como na melhor das entrevistas ping-pong, fomos preenchendo nossos espaços vazios com respostas que um novo "arcabouço teórico" nos dava. Decidimos criar e moldar nosso próprio perfil, para deixar, pouco a pouco, de ser aquilo que sonharam para nós e nos tornar o que nós queremos realmente ser. Nossa vida ganhou novas manchetes e, ao mesmo tempo, críticas severas. Mas, há outra forma de crescer? Finalmente entendemos a importância de ouvir os dois lados da história, de ser ético e objetivo e de buscar o mito da imparcialidade. Percebemos que um texto, assim como a vida, é feito de detalhes: uma vírgula fora do lugar pode fazer toda a diferença, mas que tudo só termina quando for colocado o último ponto final.

É isso aí, parabéns a todos os profissionais do Jornalismo!

(autor desconhecido)

2 comentários:

  1. parabéns aos jornalistas.
    já pensei varias vezes em fazer jornalismo, mais sempre arrumo outra profissão pra querer fazer, hauhau
    beijos

    ResponderExcluir
  2. O jornalismo é peça fundamental para o bom andamento da democracia. São om jornalistas que deflagram os demandos dos poderosos e os flagelos dos menos favorecidos. Tem texto novo no Sub Mundos. Bjus.

    http://submundosemmim.blogspot.com

    ResponderExcluir

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!