Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Implicante, mas insistente

Há uns três anos, eu costumava ler todos os dias a coluna do Paulo Sant'Ana na Zero Hora. E adorava. Tanto que até comprei, em uma das Feiras do Livro de Porto Alegre, sua obra "O melhor de mim". Ótima, por sinal. Entretanto, bastou eu ler as últimas páginas do livro e voltar às últimas páginas do jornal pra deixar de apreciar os textos do bom e velho jornalista. Parecia-me que as últimas preciosidades do escritor-jornalista haviam sucumbido naquele livro, e que do jornal não sairiam coisas melhores do que as que li naquelas folhas. E acertei.

Daquele momento em diante, peguei uma fase ruim do jornalista. Fase que ainda não acabou, a propósito. É que ele ficou doente (fase ruim 1). E por causa disso passou a escrever apenas sobre suas consultas médicas e seus respectivos diagnósticos (fase ruim 2). Quando o assunto não era sua saúde, a coluna virava uma espécie de tribuna na qual ele reproduzia cartas inteiras de seus leitores reclamando de algum problema social através …