30 de jul de 2011

Cronicando entrevista...

4 EM 1: Taxista, Blogueiro, Escritor e Colunista


Em virtude dos inúmeros compromissos acadêmicos, profissionais e boêmios que não paravam de surgir, já fazia um bom tempo que eu não postava aqui no blog uma entrevista com alguma personalidade de Porto Alegre. Mas agora, prestes a me formar, volto enfim a me dedicar com a devida atenção a este espaço que tanto prezo. E pra voltar à ativa com o pé direito, que tal uma entrevista ao estilo ping-pong - leve e descontraída -, com o taxista mais famoso da nossa amada capital gaúcha? O solícito e queridíssimo Mauro Castro achou um tempinho na sua rotina corrida pra marcar presença aqui no blog, respondendo algumas perguntinhas que aguçam a curiosidade de muita gente.
Mauro Castro é colunista no Diário Gaúcho, dono do blog http://www.taxitramas.com.br/, autor do livro "Taxitramas – Diário de um Taxista" e ama sua profissão, que lhe rende as ótimas histórias que ele escreve.

Nome completo: Mauro Edson Santana Castro

Apelido: infelizmente, não tenho

Idade: 48 anos (mas corpinho de 47)

Colégio que estudou: Julinho

Atividade favorita nos momentos de lazer: Fazer um som com meus parceiros da “BandaLarga”

Música: Própria

Banda ou cantor: Stereophonics = Música: Maybe Tomorrow

Time: Internacional

Melhor qualidade sua: Modéstia

Pior defeito seu: Não reconhecer minhas qualidades

Dia inesquecível: Primeiro dia do Primeiro Rock’n Rio

Sua receita para viver mais feliz: Se alguém tiver essa receita, me avise

Melhor qualidade de um ser humano: Honestidade (com os outros e consigo mesmo)

Característica que mais admira no sexo oposto: A leveza do olhar feminino

Seu melhor vício: Sexo

Seu pior vício: Sport Clube Internacional

Mania: Dormir com o dedo na boca (segundo minha mulher)

Profissão: Taxista

Frase: "Não se ama duas vezes a mesma mulher". (Machado de Assis)

Por que você "marca presença" em Porto Alegre? Porque minha coluna é uma das mais comentadas do jornal da maioria, o Diário Gaúcho

Por que você se considera único? Porque TODOS são únicos

P.S: Na verdade, o Mauro achou um tempinho pra mim faz tempo, pra ser mais exata há cinco anos. Acontece que a finalidade da entevista era outra... Enfim, não vem ao caso. O que importa é que o Mauro releu toda a entrevista e só alterou a idade: de 43 para 48! Inacreditável. Se fosse eu, já teria mudado todas as respostas... Sabe como é, metamorfose ambulante. Grande, Mauro!

Um comentário:

  1. Infelizmente, com 48, o corpinho já vai muito além dos cinquenta :(
    Há braços!!

    ResponderExcluir

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!