30 de set de 2014

Por que vale a pena perdoar?


Como é boa a sensação de perdoar e ser perdoado. Ah, se todo mundo soubesse disso. Como é bom escolher ser amigo ao invés de inimigo. Até porque um inimigo geralmente já foi um amigo ou mais que isso e, consequentemente, uma pessoa que tanto gostamos, cuidamos e quisemos por perto. E, provavelmente, o motivo que levou a pessoa a se tornar sua inimiga foi uma mágoa, uma ferida que essa pessoa abriu, uma decepção que ela causou, porque todos somos humanos e erramos. E essa ferida acabou despertando o pior que há em você, pois, devido à ela, você passou a despejar todo seu rancor sobre aquela pessoa com palavras, atitudes e etc e tal. Até aí, tudo bem, afinal, somos humanos e precisamos extravasar nossa raiva de alguma maneira bem humana. Mas aí o tempo passa e você vê que o mundo dá voltas e que nada daquilo te levou a lugar nenhum. Se essa pessoa te fez realmente mal, ela vai aprender e pagar de alguma maneira e você não precisará fazer nenhum esforço pra isso, afinal, trata-se da Lei do Retorno. E aí, se você já se tornou capaz de perdoar (a lição mais difícil), você só desejará o bem pra quem lhe deseja o mal, afinal, você acredita na tal da Lei do Retorno. Então, a lição que fica é uma só: viva sua vida olhando pra frente, mas sempre aprendendo com os erros do passado, pedindo perdão e perdoando quando achar que deve. E, acredite, seus pensamentos negativos sobre o outro não irão afetar e prejudicar a vida dele, portanto, não desperdice seu tempo e nem gaste sua energia com isso. Cada um tem sua cruz a carregar e não é porque você desejou, e sim pelas atitudes que a pessoa teve diante de diversas situações. Perdoe o outro pra se perdoar também. Viva leve! Acredite, funciona!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feedbacks sinceros me interessam. Go ahead!