Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Quando você ama sua profissão, mas ela não te ama

A frase do título resume bem a relação de amor não correspondido de muitas mulheres com suas profissões. Em especial daquelas que ignoraram os conselhos de parentes para cursarem Direito ou Medicina e seguiram o tortuoso caminho daqueles que defendem o ideal de trabalhar por prazer. O problema todo é quando o prazer no trabalho não ajuda a conquistar o prazer fora dele. Sorte das advogadas e médicas que além de fazerem uma boa escolha financeira ainda amam o que fazem.
Em nome do amor à profissão, muitas vezes as mulheres têm que abdicar de outros amores que podem afetar o limite orçamentário mensal. Aquela viagem internacional nas férias (ou até mesmo uma interestadual), aquele sapato lindo (que infelizmente é lançamento), o cinema no fim de semana (ainda mais sem desconto para estudante), o curso de dança, a aula de pilates, e os produtos mais gostosos (e caros) do supermercado como Nutella, são bons exemplos de coisas que amenizam o gosto amargo da rotina e seus imprevistos desagrad…